Trabalho integrado de órgãos municipais de segurança recupera veículos roubados

0

GMP e CCO, órgãos ligados à Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, desenvolvem diariamente operações com rápidos resultados.

Em um trabalho integrado de segurança, de janeiro deste ano até agora, a Guarda Municipal de Parauapebas (GMP), com as informações e a tecnologia do Centro de Controle e Operações (CCO), recuperou 20 veículos, sendo 18 motocicletas e dois carros.

Graças a esse trabalho conjunto, a GMP e o CCO, órgãos ligados à Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), desenvolvem diariamente operações com rápidos resultados, como a ação que ocorreu nesta semana em que foram recuperados dois veículos, sendo um carro e uma motocicleta, que já foram devolvidos aos seus respectivos donos. 

“O CCO tem recebido diversas denúncias de roubos de veículos. Em alguns casos, a GMP conseguiu recuperá-los”, declara o coordenador do CCO, André Luís Pereira, que reforça que toda denúncia ocorre de forma anônima. 

A grande maioria das ocorrências são recebidas por meio do Disque Denúncia do CCO, no número 99278-0431 e são repassadas para a guarnição e a equipe da GMP que está mais próxima do local do fato. 

O comandante da Guarda Municipal, Giego Lúcio de Oliveira, explica que todas as equipes de rua são responsáveis por patrulhamentos preventivos e, por isso, sempre estão em alerta.

“É de suma importância essa integração, pois as câmeras de videomonitoramento do CCO são os olhos da segurança. Além disso, o sistema registra centenas de ocorrências diariamente e é esse volume de informações e registros que dão subsídio às equipes de rua para desfecho e solução de alguns casos”, destaca o comandante da GMP.

O CCO monitora o município 24 horas por dia, por meio de um avançado sistema de videomonitoramento, que possui equipamentos que captam imagens em alta resolução. A tecnologia ajuda na identificação de suspeitos de crimes, acidentes de trânsito, furto de veículos, assalto a mão armada, uso de entorpecentes e diversos outros casos. 

das ocorrências.

 Texto: Sara Nascimento/Semsi 

Fotos: Irisvelton Silva/Semsi

Assessoria de Comunicação/PMP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.