Suspeito de atear fogo na própria companheira e na patroa se entrega para as autoridades policiais em Parauapebas

0

Se entregou a Polícia Civil de Parauapebas, nesta quinta-feira, 08, Raimundo Nonato dos Santos, ele teria ateado fogo em sua companheira Edinalda Maria da Conceição e Sônia Maria Viera.

O crime aconteceu durante a madrugada da última terça-feira, no recanto da serra, nas proximidades do bairro Jardim Tropical, em Parauapebas. O autor teria utilizado um vidro de álcool e um isqueiro para cometer o atentado.

Segundo informações de sobrinha de Sônia, Raimundo Nonato havia se desentendido com a mulher, minutos antes, na casa atrás do imóvel em que aconteceu o atentado. Tempo depois, Edinalda estava na companhia de Sônia, de 64 anos, para quem trabalha, quando o homem chegou e derramou álcool sobre o corpo da companheira e também na idosa. Em seguida, com um isqueiro acendeu o fogo. Na tentativa de salvar a amiga, Sônia se aproximou dela e, como também estava encharcada de álcool, foi rapidamente atingida pelo fogo.

A sobrinha de Sônia passou a tentar salvar as duas, mas Raimundo Nonato, armado de faca, tentava jogar álcool também nela, que se defendeu com um pedaço de pau, com o qual passou a bater no agressor, até que ele soltasse a garrafa de álcool, o isqueiro e a faca. Desarmado, ele saiu do local dizendo que voltaria e que acabaria de matar Edinalda e todos os demais, afirmando que ele e sua família pertencem a uma facção criminosa.

O caso segue agora em investigação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.