Legislativo cobra cursinho popular, colégio militar e informações sobre construção de escolas

0

Com o intuito de melhorar e ampliar o acesso à educação em Parauapebas, três proposições foram apresentadas pelos vereadores Rafael Ribeiro (MDB), Josivaldo da Farmácia (PP) e Cássio da VS-10 (PSD) na sessão ordinária da Câmara Municipal de terça-feira (14).

Cursinho popular

Na Indicação nº 67/2023, Rafael Ribeiro cobrou do governo municipal a execução deste ano do projeto “Cursinho Popular da Juventude”, preparatório ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e demais processos seletivos às instituições de ensino superior.

“Ano a ano, o projeto supracitado se mostra uma iniciativa plena de êxito, alcançando cada vez mais alunos nas áreas urbanas e rurais, ajudando-os a lutar por um futuro melhor para si e suas famílias. Por tudo isso, é necessário que o Poder Executivo, com a notória sensibilidade para essas questões, garanta a realização do Cursinho Popular da Juventude em 2023”, enfatizou.

Colégio Militar

Em seguida, Josivaldo da Farmácia solicitou ao presidente da Câmara, Rafael Ribeiro, por meio do Requerimento nº 10/2023, que proponha ao prefeito Darci Lermen a realização de parceria com o Governo do Estado do Pará, para implantação de um colégio militar em Parauapebas.

“A implantação de um Colégio Militar seria de grande valia, pois esse sistema de ensino figura entre os maiores rankings de colégios públicos do Brasil, com maiores índices de desempenho, pois oferece excelência no ensino, transmitindo valores, disciplina, patriotismo, amizade, respeito à família e incentivo a pratica de esportes”, argumentou.

Escola por toda parte

Por fim, Cássio da VS-10 apresentou a Requerimento nº 11/2023, no qual pede ao coordenador do programa municipal ‘Escola por Toda Parte’, o vice-prefeito João Trindade, informações sobre o cronograma de execução de obras e atividades, bem como diagnóstico situacional do andamento do programa.

O vereador informa na proposição que o referido programa foi criado para atender a necessidade de construção de 30 novas escolas em Parauapebas, com o objetivo de eliminar os turnos de aula intermediários e os anexos nas escolas municipais.

“O entendimento de como serão distribuídas essas escolas, dentro do município, é importante para que se possa garantir que determinadas regiões da cidade não fiquem desassistidas, nem deixem de alcançar um dos principais objetivos que é zerar o déficit de estrutura física, para atender os alunos de todas as regiões do município”, justificou.

Aprovação

As três indicações foram aprovadas e enviadas para as devidas providências do prefeito Darci Lermen, do vice-prefeito João Trindade, do presidente da Câmara Rafael Ribeiro e à Secretaria Municipal da Juventude.

Texto – Nayara Cristina / Fotos: Elienai Araújo / Ascomleg 2023

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.