Homicida leva a pior ao atirar na Polícia Civil em Parauapebas

0

O homicida, Arthur Silva Pereira, vulgo RT, morreu após atirar contra uma equipe de policial da Polícia Civil de Parauapebas. O caso foi registrado na tarde desta terça-feira, 13, em um condomínio, na Avenida Maranhão, no bairro Liberdade.

Segundo informações da Polícia Civil, após um bom período de investigação foi descoberto o endereço de Arthur Silva, que estava com dois mandados de prisão em aberto. Diante dos fatos, os policias foram até o local, lá o suspeito teria avistado os agentes e corrido para o interior da residência afim de fugir. Os investigadores conseguiram entrar no imóvel, momento em que o elemento teria pego uma arma na pia do banheiro e atirado em direção aos policiais, sendo imediatamente baleado como forma de conter a injusta agressão.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para prestar socorro ao suspeito, mas devido a demora ele foi encaminhado ao Hospital Municipal de Parauapebas (HMP), no entanto, não resistiu aos ferimentos.

Arthur Silva possuía dois mandados de prisão pelo crime de homicídio e era investigado como sendo o autor do homicídio do jovem Murilo Benícios Sales Carvalho, no último dia 31 de agosto, no bairro Casas Populares II, além de ser apontado como sendo uma das lideranças da facção criminosa Comando Vermelho (CV).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.