Defesa Civil segue monitorando áreas e emite alerta para riscos de inundação e deslizamentos

0

O rio Parauapebas está cinco metros acima do normal, e na manhã desta quarta-feira, 22, atingiu a cota de 10,96 metros

Com a intensificação do período chuvoso, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) tem reforçado o trabalho nos setores de risco e as orientações à população, a fim de aumentar a capacidade de resposta a desastres e amenizar danos causados pelo inverno.

A previsão é de mais chuvas para toda a região até o início de abril. O rio Parauapebas está cinco metros acima do normal, e na manhã desta quarta-feira, 22, atingiu a cota de 10,96 metros, mantendo as equipes da Defesa Civil em alerta laranja para inundações e deslizamentos.

A Compdec permanece em campo para atender aos diversos chamados da comunidade, sendo que sete bairros estão entre os mais afetados: Liberdade I, Liberdade II, Jardim América, Primavera, União, Parque das Nações I e Cidade Nova.

O coordenador da Defesa Civil, Érick Nascimento, orienta que a comunidade chame o órgão logo que perceber qualquer anormalidade. “É importante que os moradores não esperem a água entrar em casa, para só depois chamar a Defesa Civil, porque temos muita demanda nesse período. Acionar nossas equipes em cima da hora pode comprometer o atendimento. Recomendamos também que, se puder, procure um lugar seguro na casa de amigos ou parentes”, explica.

Antes do início do período chuvoso, a Compdec realiza vistorias técnicas em locais propensos a deslizamentos, alagamentos, inundações e enxurradas, além de promover ações de sensibilização com moradores dessas áreas, atuando de maneira preventiva para minimizar riscos e ter maior efetividade nas ações de resposta.

São 91 áreas de risco mapeadas no município, que são acompanhadas constantemente pela Defesa Civil. Além disso, o órgão realiza também o monitoramento constante das previsões do tempo e precipitações pluviométricas, e ainda coleta informações de alertas fornecidos por sistemas, para a gestão de desastres.

Anna Morais, responsável pela Gerência de Monitoramento e Vistoria Técnica, informa que são emitidos diariamente boletins climatológicos. “Monitoramos todos os dias as condições climáticas em três plataformas, que conseguem alertar as condições do tempo com cerca de uma hora de antecedência dentro da área urbana, bem como a provável duração das chuvas. Tudo isso nos ajuda a trabalhar de forma planejada”, comenta.

Neste período, a Compdec tem intensificado o monitoramento nos setores de riscos e reforça aos moradores de áreas vulneráveis que fiquem atentos a qualquer situação e, se necessário, chame a Defesa Civil nos contatos 3356-2597 e 199, ou via Centro de Controle e Operações – CCO (94) 99278-0431.  As equipes estão de plantão 24 horas.

Texto: Joice Lima

Fotos: Leila Silva e Júnior Lopes

Assessoria de Comunicação | PMP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.