Cultura na Praça lança mostra de cinema on-line com filmes produzidos no Pará e Maranhão

0

São 10 curtas-metragens inéditos criados por moradores das comunidades visitadas pelo projeto. No Pará, as cidades foram Ourilândia do Norte, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Parauapebas

Nesta quarta-feira, 19 de abril, o Cultura na Praça lançará uma mostra de cinema virtual com os curtas-metragens criados durante as oficinas gratuitas de cinema promovidas pela quarta edição do projeto, que é patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Cinco desses filmes foram roteirizados, gravados e montados por moradores dos municípios paraenses: Ourilândia do Norte, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Parauapebas.

As obras “Inhõbikwa”, “A continuação de um sonho”, “O diário de Hannah”, “Histórias que inspiram” e “Nossa música” foram lançadas recentemente em sessões presenciais nos municípios onde foram criadas. Agora, elas poderão ser vistas por qualquer pessoa, gratuitamente, e de qualquer lugar com acesso a internet.

Os filmes serão disponibilizados para o público no Cine Babaçu, a sala de cinema virtual do projeto que pode ser acessada pelo endereço www.culturanapraca.art.br. Além dos filmes paraenses, o Cine Babaçu também trará os cinco curtas-metragens inéditos produzidos no Maranhão. Assim, as dez novas produções se juntarão às 25 obras feitas nas edições passadas do projeto, disponíveis na plataforma virtual.

Segundo o coordenador do projeto, Cris Azzi, os novos filmes são retratos dos encontros que ocorrem nas oficinas. “Quem acessar a sala de cinema virtual do Cultura na Praça vai encontrar filmes muito diversos. Temos documentário, filmes em que a música está na centralidade da história, filme de terror e filme sobre o encontro de culturas. Essas produções são muito plurais e diferentes entre si, mas têm uma coisa em comum: elas conversam com as nossas emoções”, adianta o cineasta.

O cinema como lugar de reflexão
Em cada lugar por onde passou, o Cultura na Praça proporcionou uma experiência de imersão no mundo do cinema. Primeiro, na parte técnica, ensinando sobre cada etapa da produção audiovisual, desde o roteiro, passando pela fotografia e captação de imagem e som. Depois, incentivando os participantes a colocarem esse aprendizado em prática e a se expressarem por meio das ferramentas oferecidas pelo cinema.

Foi assim que surgiram os roteiros dos dez filmes que vão estrear no Cine Babaçu nesta quarta-feira, 19. Um deles é “O diário de Hannah”, que foi produzido durante a oficina ministrada para adolescentes e jovens de Serra Pelada, distrito de Curionópolis.

Gabriel Vieira Santos, de 17 anos, fez parte da turma e comenta como foi a experiência. “Nesse roteiro, abordamos um tema delicado. Falamos sobre violências e abusos, compreendendo também as sutilezas que envolvem as situações. Isso gerou um grande desafio para sabermos como dar um ritmo ao filme e ‘prender’ o espectador. Acredito que fizemos um excelente trabalho. Criamos um filme que fala de um tema difícil, com um bom ritmo, um roteiro flexível, bons personagens, uma trama envolvente e uma ótima captura de imagem”, comenta Gabriel.

O que é o projeto

Criado pela Vivas Esporte Cultura em 2017 e patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, o Cultura na Praça é um festival itinerante de cinema que já rodou cerca de 26 mil quilômetros pelo interior do Pará e do Maranhão, alcançando mais de 42 mil pessoas. O projeto busca democratizar o acesso à cultura e fomentar a valorização do patrimônio cultural material e imaterial nos municípios beneficiados. Ele conta com o apoio do Centro Cultural Tatajuba e é realizado pela Vivas Cultura e Esporte, Ministério da Cultura, Governo Federal – União e Reconstrução.

Serviço
O quê? Lançamento da Mostra Virtual de Cinema do Cultura na Praça, com filmes produzidos por moradores de quatro municípios do Pará.

Quando? 19 de abril, às 19h.

Onde? No Cine Babaçu pelo link www.culturanapraca.art.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.