Aprovada criação de campanha contra fake news nas escolas de Parauapebas

0

Com o intuito de combater a desinformação e capacitar crianças e adolescentes a utilizarem a internet de forma segura, a Câmara Municipal de Parauapebas aprovou Projeto de Lei nº 9/2024, de autoria de Eliene Soares, que institui a campanha escolar de conscientização contra fake news nas escolas da rede pública municipal, a ser realizada anualmente entre os dias 1 e 3 de abril. A proposição foi apresentada e aprovada na sessão ordinária desta terça-feira (26).

De acordo com o texto da matéria, a campanha tem como objetivos:

– promover a conscientização de estudantes, professores, pais e responsáveis sobre riscos e consequências do compartilhamento de informações falsas ou não verificadas;

– estimular o desenvolvimento do pensamento crítico e da habilidade de checagem de fatos entre os estudantes, com especial atenção ao conteúdo veiculado nas mídias sociais;

– fomentar uma cultura educacional que valorize o debate informado e baseado em evidências, contribuindo para formação de cidadãos conscientes e responsáveis.

Ações

Entre as atividades da campanha de combate às fake news estão a distribuição de material educativo que destaque a importância da verificação das informações e os métodos para identificar notícias falsas; bem como a realização de oficinas, palestras e atividades interativas que abordem temas relacionados às fake news, suas implicações sociais e formas de combate.

A proposição prevê também a promoção de concursos e projetos escolares que incentivem estudantes a produzir conteúdos sobre o impacto das fake news e a importância da informação confiável.

Justificativa

Eliene Soares relatou na justificativa do Projeto de Lei nº 9/2024 que rede pública municipal de ensino tem sido alvo constante de mentiras. “Tudo isso causa muito ruído no serviço de educação porque se propaga como se fosse verdade e, ainda, arranha a imagem de bons profissionais em razão de notícias inverídicas rapidamente propagadas. Vale ressaltar que notícias falsas têm sido causa inclusive de assassinatos Brasil afora”, alertou.

Diante deste cenário, a campanha de combate às fake news deve promover a conscientização entre estudantes, pais, professores e instituições de ensino sobre os riscos e consequências do compartilhamento de informações mentirosas.

“A iniciativa propõe transformar a questão das fake news em uma oportunidade de aprendizado, incentivando a verificação de fatos e o desenvolvimento do pensamento crítico, especialmente em relação a conteúdos disseminados nas redes sociais”, argumentou a vereadora.

Eliene Soares informou ainda que o período escolhido para realizar a campanha é o início do mês de abril, em função de o dia 1º ser popularmente conhecido como o Dia da Mentira, ocasião tradicionalmente marcada por brincadeiras e histórias inventadas. “Nos tempos atuais, essa prática encontra paralelo nas fake news, que se disseminam a cada segundo”, justificou.

O Projeto de Lei nº 9/2024 foi aprovado por unanimidade em plenário e enviado para sanção do prefeito Darci Lermen.

Texto: Nayara Cristina

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.