Operação Carajás” é deflagrada em Parauapebas em combate à criminalidade

0

Nesta sexta-feira (18), foi deflagrada em Parauapebas a “ Operação Carajás” que visa combater a criminalidade no município e região. A ação foi articulada após a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) detectar por meio do setor de inteligência e análise criminal o aumento da criminalidade em Parauapebas, o que motivou a ação em conjunto com os órgãos de segurança pública. A operação reuniu cerca de 350 homens por meio das instituições estadual e municipal.

 “A partir desse índice observado foram mobilizados todos os órgãos de segurança do sistema estadual e do município que trabalharam nos estudos desses índices, por horários, locais e o que mais está causando problemas e interferindo nisso, e a partir uma junção de esforços para atuar durante uma semana buscando reduzir esses índices de criminalidade. ” Explicou o Secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luciano de Oliveira.

Foto: Ronaldo Modesto

Participam da Operação a 10ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), em conjunto com Polícia Militar, Guarda Municipal, Departamento Municipal e Estadual de Trânsito, Corpo de Bombeiros, Superintendência de Administração Penitenciária (Seap), Polícia Científica do Pará, Departamento de Trânsito, Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp). A operação tem por objetivo reduzir os índices de criminalidade na região de Carajás.

 “Esse esforço se soma às outras forças de segurança com o objetivo de trazer uma maior tranquilidade social” Frisou o delegado Vinicius Cardoso Vinicius Cardoso Superintendente 21ª Seccional Urbana de Marabá.

Delegado Vinicius Cardoso

 A ação tem o intuito de dar cumprimento à mandados de prisão, fiscalização de rodovias estaduais, reforço do policiamento e ações para cumprimento do decreto estadual de combate à proliferação do coronavírus, além de fiscalização a estabelecimentos comerciais, conforme explica o delegado Erivaldo Campelo – Diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas.

“O trabalho intensivo da Polícia Militar e Polícia civil neste caso, dentro da operação Carajás é dar cumprimento à mandado de prisão, fiscalização de polícia administrativa, licença de bares. Considerando todo efetivo de Parauapebas estamos atuando com cerca de 350 homens. ” Frisou o delegado Erivaldo Campelo.

Delegado Erivaldo Campelo

Para coibir irregularidades no trânsito as fiscalizações ocorrem por meio de barreiras, onde as equipes do Detran e DMTT estarão fiscalizando e tirando de circulação veículos e condutores que estejam com os documentos atrasados, tanto do veículo como da CNH.

 “Nossa ação estará voltada para aqueles condutores que insistem em circular de forma irregular, ou seja, com veículos sem placas, com documentos atrasados ou não possui habilitação para conduzir o veículo” Frisou o Agente Max Leite do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

 A operação aconteceu durante uma semana, visando garantir tranquilidade à segurança pública de Parauapebas. A força policial se dará com a revista pessoal em busca de armas e drogas, e tem como reforço a atuação do cão Rambo do Canil da Guarda Municipal que tem papel fundamental na localização de entorpecentes.

 “Contamos com a participação do nosso cão Rambo para procurar as drogas, ele será responsável em identificar os indivíduos que estavam portando entorpecentes, para isso contamos com o cão especialista no faro para localizar a substância” Destacou Diego Lúcio, Comandante da Guarda Municipal de Parauapebas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.